Atenção (o melhor que podemos dar aos nossos)

Tempo de leitura: 2 minutos
Uma das coisas que mais me pedem é um conselho para se viver bem em família. Eu que odeio conselhos e que, às vezes, também ando em busca de orientar melhor a minha vida com os meus digo logo que não há conselhos (tirando não se levar o telemóvel no bolso de trás das calças quando vamos à casa de banho eheheh).
Mas na realidade eu sei o que devo trazer para os meus dias de forma a vivermos em maior harmonia. E não há nada como a atenção. Com os filhos, com a pessoa que está ali ao nosso lado, que muitas vezes são quem tem de aturar o pior de nós.
Nesta correria de dias sinto muito isso. Que os fogos da rotina podem apagar a chama do casal, e a nossa relação com os filhos. Ouvirmos com atenção, darmos espaço para nos mostrarem como estão, termos pequenos gestos para mostrar que estamos ali.
Quando o meu filho fez 8 anos, agora em dezembro, escrevi-lhe uma carta. Lá contava como tinha sido quando ele nasceu, e depois como foi em bebé. Depois de ler ele disse-me que tinha sido o presente melhor que recebeu. Fiquei comovida e prometi passar a escrever sempre. Deixar bilhetes de amor pelos nossos espalhados pela casa, ter um tempinho só para cada um individualmente, oferecer flores*, dar apenas o nosso tempo e atenção pode ser o grande sucesso de uma família mais coesa, mais atentos e com mais empatia uns pelos outros.
Acredito que tudo o que der agora aos meus filhos, posso vir a colher na relação com eles no futuro. E com o meu marido o mesmo, quando tivermos o ninho vazio, teremos sempre ali aquele espaço especial que é só nosso.
Dicas para pequenos nadas cheios de tudo:
  1. Espalhar bilhetinhos pela casa personalizados para cada membro
  2. Contar muitas histórias boas da infância, do nascimento, etc…
  3. Ter um programa individual
  4. Fazer quiz para ver se todos se conhecem bem
  5. Uma lista de todas as coisas boas (inspirada na peça linda do Ivo Canelas)
  6. Largar telemóveis e tecnologias
  7. Jogar jogos de tabuleiro
  8. Fazer peças de teatro com texto próprio/ ou jogo de imitar cada membro da família
  9. Fazer uma discoteca em casa/piqueniques/Jantar no chão
  10. Ir acampar
  11. Ir ver estrelas no céu ou uma exploração à floresta

*Se quiserem passem o meu código ao vosso marido da Colvin Co. Para bom entendedor, meia palavra (ou código) basta. Vem aí o Dia dos namorados. Eheheh Nada melhor que tocarem à nossa porta e ser um ramo de flores lindas. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *